25 ANOS
DE CIRCULAÇÃO ININTERRUPTA
1993-2018
Rua Eleotério Tavares, 248 – Rocio Pequeno
(47) 3444.1926 | São Francisco do Sul - SC
jornalnossailha@jornalnossailha.com.br
Quarta, 05 Abril 2017 12:53

Doenças Renais

Já comentamos sobre diversos órgãos como coração, pulmão, fígado entre outros, hoje falaremos sobre o Rim e as doenças que são causadas pelo mau funcionamento deste órgão.

A maioria das pessoas nasce com dois Rins, cada um do tamanho de um punho fechado e estão localizados dos dois lados da coluna, logo acima do cóccix. Cada Rim pesa apenas 113 gramas, mas tem um papel importantíssimo e crítico na sua saúde, por isso quando o funcionamento do seu Rim começa a falhar, você precisa ser encaminhado e tratado por um especialista, pois, seus Rins são órgãos vitais. Pense neles como os limpadores de seu corpo: filtram os resíduos, toxinas e fluidos excedentes do sangue. Este, por sua vez, flui para seus Rins através das artérias renais e sai pelas veias renais. Os Rins produzem em torno de 1 a 2 litros por dia de urina, que contém resíduos e fluidos excedentes. A urina sai dos Rins através de tubos chamados ureteres e é mantida na bexiga, depois, deixa a bexiga através de outro tubo, chamado de uretra, quando você urina. Isso é chamado de sistema urinário.

Além de eliminar resíduos e líquidos do organismo, os Rins executam outras funções importantes:

  • Regulam a água do organismo e outros elementos químicos do sangue como o sódio, o potássio, o fósforo e o cálcio.
  • Eliminam medicamentos e toxinas introduzidos no organismo.
  • Liberam hormônios no sangue.

Esses Hormônios:

  • Regulam a pressão sanguínea.
  • Fabricam células vermelhas do sangue.
  • Fortalecem os ossos.

Sintomas: a maioria das pessoas não apresenta sintomas graves até que a insuficiência renal esteja avançada. Porém, o paciente pode observar que:

- sente-se mais cansado e com menos energia;

- tem dificuldades para se concentrar;

- está com o apetite reduzido;

- sente dificuldade para dormir;

- sente cãibras à noite;

- está com os pés e tornozelos inchados;

- apresenta inchaço ao redor dos olhos, especialmente pela manhã;

- está com a pele seca e irritada;

- urina com mais frequência, especialmente à noite.

As principais doenças do rim e suas características mais comuns.

Nefrite: Caracteriza-se pela presença de albumina e sangue na urina, edema e hipertensão.

Infecção Urinária: O paciente se queixa de dor, ardência e urgência para urinar. O volume urinado torna-se pequeno e frequente, tanto de dia como de noite. A urina é turva e mal cheirosa podendo surgir sangue no final da micção. Nos casos em que a infecção atingiu o rim, surge febre, dor lombar e calafrios, além de ardência e urgência para urinar.

Cálculo Renal: A cólica renal, com dor no flanco e costas é muito característica, quase sempre com sangue na urina e em certos casos pode haver eliminação de pedras.

Obstrução Urinária: Ocorre quando há um impedimento da passagem da urina pelos canais urinários, por cálculos, aumento da próstata, tumores, estenoses de ureter e uretra. A ausência ou pequeno volume da urina é a queixa característica da obstrução urinária.

Insuficiência Renal Aguda: É causada por uma agressão repentina ao Rim, por falta de sangue ou pressão para formar urina ou obstrução aguda da via urinária. A principal característica é a total ou parcial ausência de urina.

Insuficiência Renal Crônica: Surge quando o Rim sofre a ação de uma doença que deteriora irreversivelmente a função renal, apresentando-se com retenção de ureia, anemia, hipertensão arterial, entre outros.

Tumores Renais: O Rim pode ser acometido de tumores benignos e malignos. E as queixas são de massas palpáveis no abdômen, dor, sangue na urina e obstrução urinária.

Doenças Multissistêmicas: O Rim pode se ver afetado por doenças reumáticas, diabete, gota, colagenoses e doenças imunológicas. Podem surgir alterações urinárias em doenças do tipo nefrite, geralmente com a presença de sangue e albumina na urina.

Doenças Congênitas e Hereditárias: Um exemplo dessas doenças é a presença de múltiplos cistos no Rim (Rim policístico).

Nefropatias Tóxicas: Causadas por tóxicos, agentes físicos, químicos e drogas. Caracterizam-se por manifestações nefríticas e insuficiência funcional do Rim.

Exames que avaliam os Rins:

  • Creatinina
  • Clearance de Creatinina
  • Ureia
  • Urina tipo 1
  • Urocultura
  • Proteinúria de 24 horas
  • Biópsia Renal
  • Ultrassom de Rins e Vias Urinárias

O tratamento varia com o tipo de doença renal. Em geral, o diagnóstico precoce melhora os resultados. Talvez seja necessário estabelecer restrições na alimentação (restrições  dietéticas), prescrever medicamentos e fazer cirurgias. Se os Rins não conseguem mais eliminar resíduos e água, faz-se dialise diversas vezes por semana, seguida de transplante renal. O controle do diabetes mellitus e da hipertensão arterial é muito importante para evitar ou minimizar lesão renal.

Fonte: Ministério da Saúde.
Sociedade Brasileira de Nefrologia.
Para ver este e outros temas anteriores você pode acessar o meu blog:
saudepublicasfs.wordpress.com

Mais nesta categoria: « Tireoide